dcaah5j
Quanto vale a chave?
29 de setembro de 2016
Exibir tudo

Modelos de chaves

LifetimeStock-195600-XS

Gorje ou Gorja – É o modelo mais simples, com apenas um dente e um corte lateral no dente. Este modelo é utilizado apenas em fechaduras para portas internas (quarto, banheiro e etc.) por permitir um baixíssimo número de combinações de segredos. Aciona a fechadura diretamente pela chave.

Yale – Comumente usada em cadeados e fechaduras domésticas, usa um segredo com quatro a oito pinos. Utilizado em fechaduras para portas externas, permite um grande número de combinações. Aciona a fechadura através do mecanismo de um cilindro.

Yale dupla – Usada geralmente em portas de comércio (fechaduras de tambor), contém dois segredos, geralmente idênticos, de quatro pinos. Utilizado em fechaduras para portas externas, permite um grande número de combinações.

Tetra – Chave com quatro lados, cada um com segredo de quatro a oito pinos. Utilizado em fechaduras para portas externas, permite um grande número de combinações. Aciona a fechadura através do mecanismo de um cilindro.

Pantográficas – Chave plana cujo segredo se encontra na superfície; neste caso, uma combinação de pequenas esferas e pinos que apoiam na chave formando o segredo. Utilizado em fechaduras para portas externas, permite um grande número de combinações. Aciona a fechadura através do mecanismo de um cilindro.

Codificadas – Muito utilizadas em automóveis e travas de segurança. Usam, além do formato, uma combinação numérica como senha, gravada eletronicamente no corpo de apoio, que é reconhecida pelo sistema de segurança do veículo.

Lâminas de Segredo – Utilizadas em fechaduras de alta segurança, tais como fechaduras mecânicas de cofres e em fechaduras de uso doméstico, comercial ou industrial tipo popularizado, no Brasil, como Fechaduras DOBERMANN. A chave tipo DOBERMANN tem duas abas laterais que acionam 4, 6 ou mais (excepcionalmente), lâminas de segredo e alcançam acima de dezoito milhões de combinações. A fechadura é acionada diretamente pela chave, sem a utilização de cilindros. Este procedimento impede que se visualize o que deve ser movimentado para abrir ou fechar a fechadura.

Observações: As fechaduras e chaves que se servem de cilindro, são altamente vulneráveis a “michas” (chaves falsas ou dispositivos que fraudam os sistemas de segredo adotados). Também podem ser abertos por furadeiras e brocas simples, já que os cilindros são construídos por materiais de fácil usinagem. O cilindro permite que se veja o mecanismo que deve ser movimentado para abrir a fechadura (o “canhão”), facilitando a ação de mal-intencionados.